Andréa del Fuego


2009 - Nó desatado - Thays Lourenço

Você está em casa pensando nos livros que escreveu e escreve, nos que demoram ou nunca serão publicados. Nos que serão publicados e não serão lidos. Nos que serão lidos e não serão bons. Nos que serão bons e não serão distribuídos. Na coisa toda. No blog como o que resta e deve ser fortalecido e talvez não tenha que ser feito para conter a força que nos interessa, os livros.

E então recebo esse livro da Thays Lourenço, uma leitora de Goiânia, ela acompanha esse blog e seguiu a mininovela Nó que publiquei aqui há algum tempo. O que era post ela transformou em livro de um único exemplar e me enviou. 

Preste atenção, o post virou livro não pelo autor do blog, mas pela leitora. A leitora envia o único exemplar para a autora do blog. A autora fotografa o livro e faz dele um... post.

Caso fosse sonho eu o interpretaria assim: a materialização de suas forças se dão longe de você, mas você as alcança adiante.

Caso fosse um I-Ching, assim: a força que foi enviada para uma plataforma julgada frágil ricocheteia no que é rígido (a sensibilidade da leitora) e volta com a força inicial de quem a desprendeu mais a força do outro. A força desprendida, quando solta, ganha corpo e aumenta. O que se sopra, quando volta, ainda não está no fim.

Eu sei o que dizer, a Thays sonha como eu. Thays, OBRIGADA! 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



Escrito por Andréa del Fuego às 11:37 AM
[   ]


[ ver mensagens anteriores ]



 
Histórico
  Ver mensagens anteriores


LIVROS


Nego fogo





Engano seu





Nego tudo





Minto enquanto posso





juvenil


Sociedade da Caveira de Cristal





Quase caio





antologias


Os Cem Menores Contos
Brasileiros do Século






Fábulas da Mercearia





30 Mulheres que Estão Fazendo
a Nova Literatura Brasileira






Doze





69/2 Contos Eróticos





35 Segredos para chegar a lugar nenhum





Contos de algibeira





Capitu mandou flores





O Pequeno Príncipe me disse

BLABLAblogue





delfuego@uol.com.br





O que é isto?