Andréa del Fuego


Lost e Jesus

O jornal O Globo convidou quatro fãs do seriado Lost para inventarem um final para a série. Participaram do desafio um autor de novela, Ricardo Linhares (co-autor de Paraíso Tropical), o roteirista Cláudio Torres Gonzaga (redator de Zorra Total), a escritora Ana Paula Maia e eu. Pirei no convite, sou fã mesmo, assisto várias vezes ao mesmo episódio. O seriado comporta muitas teorias e finais, adoraria inventar tantos outros. A matéria saiu neste último domingo no caderno Revista da TV. Se tiver curiosidade, chegue mais.

A entrevista no Provocações foi parar no YouTube, culpa de Jesus, um rapaz muito simpático. Quer? Clique-me.

Escrito por Andréa del Fuego às 05:55 PM
[   ]




mojei

Já está disponível para download o volume 34 da Mojo Books. Convidada pelos editores, minha tarefa era escolher um disco e escrever, escolhi a trilha de Blade Runner feita por Vangelis.



capa: Delfin

Para dizer o que é a Mojo Books, nada melhor que o próprio editor, Danilo Corci: "A MOJO é uma editora Creative Commons disposta a produzir livros digitais. O nome é inspirado nos antigos rituais blueseiros, onde o MOJO é a 'essência' da pessoa. Trabalhamos com versões, adaptações, ou seja, fazemos releituras ou mashups (pra usar uma palavra da moda), fundindo literatura e música."


Pegue o seu agora, aqui.

Escrito por Andréa del Fuego às 12:52 PM
[   ]




Cada um dá quinze,

somos trinta. Eu monto, já montei a da minha sobrinha. Era menor a dela, de criança. Nessa cabe a gente em pé, dá pra apoiar o cotovelo na borda. Acho que vai um dia pra encher, empresta a tua mangueira que é comprida, ligo a torneira e esqueço. Alguém tem que fazer exame médico nessa cambada, trinta dentro da piscina a gente perde o controle. Chama o Aderbal, ele trabalha na farmácia, sabe ver ferida. Até frieira pode, mais que isso vira inferno. A Joeli não sabe nadar, vai dar trabalho, um metro e meio de fundura já dá pra qualquer gorda se afogar. Fala pra ela que vai ter muito homem na piscina, não fica bem ela junto com um bando de macho soltando pêlo. Se não falar, eu falo. A Kátia não está grávida? É outra que não pode. Leva um susto, a piscina tomba, é um japonês a menos. Pro churrasco pega lá a calabresa, eu cuido da farofa e do fim.




foto: Herbert List


miniconto do livro Engano seu

Escrito por Andréa del Fuego às 03:30 PM
[   ]




um drink

Hoje estarei no Drink com as Estrelas, é uma peça de teatro que se parece com um programa de televisão. Entre outras atrações, dois convidados são entrevistados. Hoje, a filha do Zé do Caixão, a cineasta e atriz Liz Vamp e eu, seremos indagadas pelo entrevistador Odillon Alleyona, interpretado pelo ator Cacá Toledo. Não acha que precisamos de um drink?

O Drink é hoje, às 22h00, no Restante Puri, rua Augusta, 2052.

Na próxima semana será a vez de Xico Sá e o quadrinista Marcatti. Para conhecer melhor o Drink com as Estrelas, deve ser divertido, clique aqui.

Escrito por Andréa del Fuego às 10:35 AM
[   ]




...

Faz tempo que eu te odeio.



foto: Erich Hartmann

Escrito por Andréa del Fuego às 12:18 PM
[   ]




Programa Provocações

Fui provocada pelo Antônio Abujamra e isso irá ao ar dia 25 de julho, às 23h10, na TV Cultura. Há anos acompanho o Provocações e foi uma honra estar lá.


analisando a presa

foto: Jair Bertolucci

Escrito por Andréa del Fuego às 02:39 PM
[   ]




...

Não é a primeira vez que isso acontece.



foto: Ed Van Der Elsken

Escrito por Andréa del Fuego às 08:33 PM
[   ]




...

Eu também.



foto: Elliott Lewitt

Escrito por Andréa del Fuego às 11:33 AM
[   ]




o que eu trouxe da Flip

Tenho um caderno verde, brochura, onde escrevi o livro Engano seu. Tenho ficado cada vez mais artesanal, mais urdideira, menos fácil. Não tenho fidelidade ao gênero, nele anoto também pensamentos e flashes estéticos, é meu blog íntimo.

Levei o caderno, hospedagem segura, para a Flip. Nele digeri frases alheias, misturei com os palpites de minha cigana velha e concluí:

O apego ao personagem se dá pelo fato de que ele já não é mais seu. A escrita é a despedida de uma função fundamental, de uma face que, por emergir, deixa de ser íntima, deixa de estar nos bastidores do pensamento. Vai brilhar e, por isso, deixar de influenciar no momento em que se expõe à luz. Quando transporto esse engenho para a vida, tudo fica um bocado mais duro, cada amor é uma despedida, já que sua manifestação é a exposição do que não mais se deita profundamente. Escrever é (des)pedir-se.



foto: Elliott Erwitt

Escrito por Andréa del Fuego às 12:27 PM
[   ]




...

"Se certos corpos que compõem um indivíduo são obrigados a desviar o movimento que têm em certa direção para outra, de tal modo, todavia, que possam continuar seus movimentos ou comunicá-los uns aos outros segundo a mesma relação que antes, o indivíduo conservará a sua natureza sem nenhuma mudança na forma." - Spinoza



foto: André Kertész

Escrito por Andréa del Fuego às 03:38 PM
[   ]


[ ver mensagens anteriores ]



 
Histórico
  Ver mensagens anteriores


LIVROS


Nego fogo





Engano seu





Nego tudo





Minto enquanto posso





juvenil


Sociedade da Caveira de Cristal





Quase caio





antologias


Os Cem Menores Contos
Brasileiros do Século






Fábulas da Mercearia





30 Mulheres que Estão Fazendo
a Nova Literatura Brasileira






Doze





69/2 Contos Eróticos





35 Segredos para chegar a lugar nenhum





Contos de algibeira





Capitu mandou flores





O Pequeno Príncipe me disse

BLABLAblogue





delfuego@uol.com.br





O que é isto?