Andréa del Fuego


...

Amados, isolei-me num sítio para revisar e terminar dois livros na paz e glória do senhor, amém. Não demoro, até já.

Escrito por Andréa del Fuego às 11:26 AM
[   ]




...

Tenho uma agulha, se me contar teu sonho, perfuro o balão e vazará pro lado de cá tua noite toda. Decifro sempre alguma coisa, a confissão não precisa ser completa.




foto: Erich Hartmann

Escrito por Andréa del Fuego às 10:56 PM
[   ]




lendo

"Que emoção estar escondido enquanto procuram por você, que susto delicioso ao ser descoberto, mas que pânico quando, estando muito bem escondido, os outros, desanimados, ao final de certo tempo, não procuram mais você. Se você brinca bem demais de desaparecer, os outros o esquecem ali. Você é forçado a abandonar suas pretensões, no momento em que, ao contrário, não o desejam mais. Nada mais triste do que ter de mendigar a existência e voltar sem nada para o meio dos outros. Não se deve pois saber jogar bem demais, é preciso saber deixar que o desmascarem e acostumar-se a esse retorno da regra do jogo. Nem muito rápido, nem tarde demais."


'A Arte da Desaparição' de Jean Baudrillard



foto: Ed Van Der Elsken

Escrito por Andréa del Fuego às 04:35 PM
[   ]




Impressionistas

André, meu menino, participa de uma coletiva no sul da Bretanha, região da França que visitamos em 2004. Seu trabalho está exposto numa mostra local com artistas que já retrataram a região. Entre alguns impressionistas do século 17, André de Toledo Sader honra seis imagens de uma região de quietude e profundidade psicológica.


Este é o castelo de Clisson por onde tínhamos, pra comprar pão, que atravessar seu jardim.


foto: André de Toledo Sader

Escrito por Andréa del Fuego às 02:55 PM
[   ]




crítica literária

O Itaú Cultural apresenta, a partir desta quarta-feira, o Rumos Literatura - Crítica. Já viu um crítico? E dois? E um monte? A chance é agora, saiba mais, aqui.

Escrito por Andréa del Fuego às 10:38 PM
[   ]




...

Você me conhece além do que eu previa. Ao ponto de duvidar do pudor, procurando a brecha que deve me escapar a qualquer momento, ao menos nas frases.




foto: Ferdinando Scianna

Escrito por Andréa del Fuego às 02:57 PM
[   ]




O outono não vem?

Não suporto mais o verão, nem a projeção de seu futuro onipresente, não posso ficar debaixo dessa força, o sol que me perdoe.


"O outono já! — Mas por que sentir falta de um sol permanente, se nos empenhamos na descoberta da claridade divina — longe dos que morrem pelas estações." (Rimbaud)




foto: Henri Cartier-Bresson

Escrito por Andréa del Fuego às 12:47 PM
[   ]




...


"... o demônio também foi um anjo, antes..."

(Aura, de Carlos Fuentes)




foto: Helen Levitt

Escrito por Andréa del Fuego às 09:47 PM
[   ]


[ ver mensagens anteriores ]



 
Histórico
  Ver mensagens anteriores


LIVROS


Nego fogo





Engano seu





Nego tudo





Minto enquanto posso





juvenil


Sociedade da Caveira de Cristal





Quase caio





antologias


Os Cem Menores Contos
Brasileiros do Século






Fábulas da Mercearia





30 Mulheres que Estão Fazendo
a Nova Literatura Brasileira






Doze





69/2 Contos Eróticos





35 Segredos para chegar a lugar nenhum





Contos de algibeira





Capitu mandou flores





O Pequeno Príncipe me disse

BLABLAblogue





delfuego@uol.com.br





O que é isto?